ARTIGOS

Náusea, vômito e perda de apetite: redescubra a vontade de comer

Por Dr. Richard Portier

em 18 de julho de 2020.

JUNTA-SE A MAIS DE 10.000 PESSOAS

Entre para o nossa lista e receba dicas e conteúdos com exclusividade

Náuseas e vômitos estão entre os sintomas mais comuns entre as pessoas vivendo com HIV (PVHIV). 

Nos deixam desconfortáveis, atrapalham o dia a dia, e levam a perda do apetite. Sem comer nos sentimos fracos, e não conseguimos viver a vida como desejamos.

Além disso, o vômito também pode resultar em baixa absorção dos anti-retrovirais, baixa concentração na corrente sanguínea e na possibilidade de resistência aos medicamentos.

Por todas essas razões, é muito importante controlar a náusea e o vômito. Neste artigo mostrei as principais causas e o que fazer caso você esteja sofrendo com esses sintomas.

Descobrindo a causa

A náusea, ou sensação de “estômago embrulhado”, é algo que todo mundo sente às vezes. Também pode levar à vômitos. 

Às vezes, passa rápido. Outras vezes, demora algumas horas. Mas pode durar mais tempo.

Quando a náusea causa vômitos repetidos ao longo de várias dias, pode resultar em desnutrição grave, desidratação e desequilíbrio em alguns dos compostos químicos, chamados eletrólitos, no sangue.

A perda de apetite, ou não sentir vontade de comer, pode acompanhar a náusea, mas também pode ocorrer sozinha. Pode ser difícil perceber, mas quando é grave, leva você a não consumir os nutrientes suficientes para manter sua saúde.

Faça anotações dos seus sintomas para ajudar seu médico a saber como resolvê-los. Aqui está um esquema simples para você deixar pronto para a próxima consulta:

  1. Com que frequência você se sente nauseado? Todos os dias? Por quanto tempo a náusea dura? Você vomita em alguma dessas ocasiões? Se o sentimento persistir durante a maior parte do dia, observe isso. Também acompanhe quantos dias da semana a náusea ocorre.
  2. Observe qualquer padrão quando ocorrer a náusea. Ocorre quando você acorda pela primeira vez? Depois de tomar seus medicamentos? Quando cheira a comida? Quando começa a comer? Após as refeições? Há outra coisa que possa identificar?
  3. A náusea está atrapalhando seu tratamento? Você acaba pulando doses? Ou doses de outros medicamentos porque se sente enjoado demais para tomá-los? Você tem dificuldade em tomar devido ao vômito? Se sim, com que frequência isso ocorre? Já abandonou o tratamento por causa dos sintomas?
  4. Tudo o que você come e bebe ao longo de alguns dias. Isso pode ajudar a avaliar se sua ingestão total de calorias e nutrientes é suficiente.

Embora os anti-retrovirais possam causar náusea, vômito ou perda de apetite, pode haver outras causas para esses sintomas. Por isso contar ao seu médico é importante.

Os anti-retrovirais

Praticamente todos os anti-retrovirais atualmente disponíveis podem causar náusea.

Porém, os inibidores de protease são mais propensos a causar esses sintomas.

Além disso, é também um dos sintomas da reação de hipersensibilidade ao abacavir.

Medicamentos usados como profilaxia, como o sulfametoxazol/trimetroprim (Bactrim®) e a azitrocimicina, também podem causar os sintomas.

Porém, a náusea é um efeito colateral comum de outros medicamentos, como analgésicos, suplementos, quimioterápicos e muitas outras terapias.

As infecções

Infecções também causam esses sintomas – diminuem o apetite, causam febre, diarreia, mal-estar e cansaço – principalmente em intoxicações alimentares.

Em PVHIV sem tratamento e na fase AIDS devemos pensar em doenças oportunistas como: esofagite, sífilis secundária, meningite criptocócica, criptosporidiose, hepatite viral, complexo Mycobacterium avium (MAC), toxoplasmose grave e linfoma.

Outras causas

Problemas no fígado e pancreatite podem acontecer nas pessoas que abusam do álcool.

A deficiência de testosterona, que é comum em homens e mulheres vivendo com HIV, pode levar à diminuição do apetite.

Depressão, ansiedade, enxaqueca, gastrite, constipação também podem causar esses sintomas.

Mude hábitos alimentares

Para melhor os sintomas de náusea, vômitos ou perda de apetite, mude seus hábitos alimentares

Coma sempre no mesmo horário e diminua a quantidade de comida nas suas refeições – faça lanches pequenos mais frequentes, e coma menos  no café da manhã, almoço e janta – pois deixar o estômago vazio por muito tempo tende a aumentar a náusea. 

Essa mudança também ajudará a evitar níveis baixos de açúcar no sangue, o que pode piorar a náusea. E mesmo que não sinta fome na próxima refeição ou lanche, faça o melhor que puder para comer naquele momento.

Qualquer coisa que estimule seu apetite e não faça você se sentir enjoado deve ser tentado. Por exemplo:

  • Experimente temperos ou molhos diferentes para encontrar um que melhore o sabor dos alimentos sem criar náuseas.
  • O gengibre pode ser muito útil para ajudar a controlar náuseas. Gengibre em cápsula, chá de gengibre ou gengibre em pó podem ser úteis.
  • O limão pode suprimir a náusea; portanto, antes de uma refeição, fatie um limão fresco e cheire-o por um minuto ou dois. Faça doses com gengibre e água, e tome antes das refeições.
  • Se você tiver mais apetite ou menos náusea em determinados momentos do dia, tente comer nesses horários. E lembre-se: cada mordida conta.
  • Às vezes, os cheiros podem desencadear náuseas, e alimentos frios geralmente têm menos cheiro; portanto, tente fazer uma refeição com alimentos frios.
  • Beba líquidos através de um canudo para para não precisar cheirá-los.
  • Se o cheiro da comida provocar náusea, tente ficar longe da cozinha quando a comida estiver sendo preparada.
  • Mantenha lanches que você gosta por perto, para que qualquer momento de apetite possa ser aproveitado.
  • Use alimentos secos e/ou salgados, como bolachas, pão ou torradas para acalmar o estômago.
  • Alimentos protéicos podem melhorar a náusea, e alimentos doces às vezes podem piorá-la, portanto, evite o que desencadeia o sintoma. Em vez disso, comece o seu dia com uma pequena quantidade de proteína, como ovos mexidos com azeite.
  • Beba bebidas geladas.
  • Mastigue bem os alimentos para que o estômago possa trabalhar com mais facilidade.
  • Evite comidas apimentadas, frituras, carnes com alto teor de gordura, molhos, creme de leite, bebidas que contenham cafeína e álcool.
  • Coma alimentos leves como caldo, sopas, purês, arroz, aveia, torradas ou iogurte natural.
  • Coma sentado e tente permanecer nesta posição por pelo menos duas horas depois de comer. Isso pode ajudar a reduzir a sensação de vômito.

Melhore a ingesta de nutrientes

Antes de iniciar qualquer suplementação ou fitoterapia, converse com o seu médico para evitar possível interações com os medicamentos.

A náusea ou a perda de apetite leva a um ciclo vicioso, em que a ingestão reduzida de alimentos resulta em níveis inadequados de nutrientes. 

Essa falta de nutrientes aumenta a perda de apetite induzida por desnutrição, piorando esse ciclo. Quando isso ocorre, é necessário restaurar os níveis de nutrientes do seu corpo.

 A solução envolve uma combinação de estimulantes de apetite, alimentos com alto teor de nutrientes e suplementação.

A deficiência de minerais mais conhecida é o zinco. Você pode restaurar os níveis mais rapidamente adicionando-o como um suplemento separado, junto com o cobre para reduzir o risco de problemas cardíacos. No entanto, níveis muito altos de cobre podem levar a danos no fígado, por isso fale com seu médico antes de iniciar qualquer suplementação.

Ou dica: beber uma refeição líquida pode ser muito mais fácil do que comer uma. Experimente uma sopa caseira ou uma vitamina rica em nutrientes e altamente calórica. Misture os seguintes ingredientes:

  • Leite de vaca integral, ou de arroz, ou leite de coco, com frutas frescas não ácidas, como banana, maçã e pêssego.
  • Óleo de coco ou creme de amendoim, se você precisar de mais calorias e gorduras boas.
  • Baunilha ou outros aromas naturais.
  • Frutas congeladas (em vez de frescas) ou geladinho.
  • Proteína em pó de alta qualidade, como whey protein ou proteínas vegetais.
  • Use triglicerídeos de cadeia média (MCTs) pois são moderadamente altos em gorduras de boa qualidade e ricos em calorias em geral.

Utilize antinauseantes naturais

Estudos demonstraram que o gengibre é um poderoso agente anti-náusea. Porém precisa estar no estômago no momento da refeição. Por isso, consuma-o alguns minutos antes para comer, beber ou tomar o seu medicamentos. 

Pode ser tomado em forma de cápsula, ou em chá, cortando ou ralando de duas ou três colheres de sopa de raiz de gengibre fresco e adicionando-o a 250 ml de água fervente. Deixe infundir por cinco a 10 minutos e beba ao longo do dia. 

A raiz de gengibre picada também pode ser adicionada a muitos pratos, adicionando sabor e ajudando a diminuir os sintomas. Chá de camomila, funcho ou hortelã-pimenta também acalmam o estômago.

Se os sintomas estiverem associados ao estresse, chás ou tinturas de melissa, camomila e lavanda poderão trazer benefícios.

Utilize medicamentos antinauseantes ou toque de medicamento

Quando todas as sugestões acima não resolverem seus sintomas, ou eles não diminuirem com o passar do tempo, é muito importante conversar com seu médico sobre o que fazer: utilizar medicamentos anti-náuseas ou trocar seu medicamento.

Antieméticos incluem a bromoprida, metoclopramida, ondansetrona e dimenidrinato.

Junte-se a mais de 10.000 pessoas

Entre para o nossa lista e receba dicas e conteúdos com exclusividade

Médico Infectologista

CRMPR 32.357

RQE 23.586

Nenhuma informação desta página e dos nossos produtos substitui uma consulta presencial com seu médico. Jamais faça nenhuma mudança no seu tratamento sem antes consultar seu médico ou profissional de saúde. É só ele quem poderá avaliar de perto a sua situação atual e decidir se você está apto ou não à essas alterações. Portanto, é imprescindível que você tenha acompanhamento médico para sua segurança. Se tiver qualquer dúvida, envie um email para richard@richardportier.com que responderemos o mais breve possível. Obrigado!

© 2020 Richard Portier. Todos os direitos reservados. Termos de uso.