ARTIGOS

Dormência e dores nos nervos

Por Dr. Richard Portier

em 18 de junho de 2021.

Inscreva-se e participe gratuitamente dos meus vídeos semanais

A neuropatia periférica é um tipo de dano nos nervos que pode causar dormência, formigamento, queimação e, às vezes, dor intensa. Ocorre com mais frequência nos dedos dos pés, nos pés e nas pernas, mas também pode surgir nas mãos e nos braços. Normalmente, os dois lados do corpo são afetados. Em casos mais graves, pode prejudicar a força do músculo, levando à fraqueza muscular.

Se você sente algum desses sintomas todos os dias, este não é o momento para o auto-diagnóstico. A causa a neuropatia periférica pode ser simples, mas também algo grave. Apenas seu médico pode diagnosticar adequadamente. Por isso converse com o seu médico sobre qualquer dormência, formigamento ou queimação nos membros para que uma investigação adequada possa determinar a causa. O atraso do diagnóstico pode resultar em problemas permanentes.

Descobrindo a causa

Algumas causas de neuropatia periférica são:

  • A própria infecção pelo HIV, em pessoas sem tratamento.
  • Os antirretrovirais que já foram a causa mais frequente de neuropatia em pessoas vivendo com HIV – estavudina (d4T) e didanosina (ddL) – não são mais usados no Brasil. Muito, mas muito raramente a neuropatia pode ser causada pela lamivudina (3TC) e enfuvirtida (T20).
  • Outros medicamentos.
  • Compressões nervosas, principalmente em coluna lombar e cervical.
  • Diabetes.
  • Hipotireoidismo.
  • Uso de álcool, cocaína ou anfetamina
  • Deficiência de vitamina, principalmente do complexo B, como a B12.
  • Outras doenças, como hanseníase.

O que fazer?

Descobrir a causa.

Exames laboratoriais de sangue como glicemia de jejum, hemoglobina glicada, exames hormonais e de vitaminas irão realizar o diagnóstico de diabetes, de deficiência nutricionais e hormonais.

Exames de imagem, como ressonância magnética, irão realizar o diagnóstico de compressões nervosas na coluna.

Caso excluídas as causas mais frequentes, diagnósticos mais raros e efeitos colaterais dos antirretrovirais e outros medicamentos podem ser aventados.

O mais importante é realizar o diagnóstico. Por isso converse com o seu médico na próxima consulta.

Inscreva-se e participe gratuitamente dos meus vídeos semanais

Médico Infectologista

CRMPR 32.357

RQE 23.586

Nenhuma informação desta página e dos nossos produtos substitui uma consulta presencial com seu médico. Jamais faça nenhuma mudança no seu tratamento sem antes consultar seu médico ou profissional de saúde. É só ele quem poderá avaliar de perto a sua situação atual e decidir se você está apto ou não à essas alterações. Portanto, é imprescindível que você tenha acompanhamento médico para sua segurança. Se tiver qualquer dúvida, envie um email para richard@richardportier.com que responderemos o mais breve possível. Obrigado!

© 2021 Richard Portier. Todos os direitos reservados. Termos de uso.