ARTIGOS

PrEP: perguntas e respostas

Por Dr. Richard Portier

em 8 de agosto de 2020.

JUNTA-SE A MAIS DE 10.000 PESSOAS

Entre para o nossa lista e receba dicas e conteúdos com exclusividade

Tomar um medicamento contra o HIV todos os dias pode impedir que eu contraia o vírus? Apesar de parecer estranha, a resposta para essa pergunta é “sim”.

A PrEP é mais uma forma segura de prevenir a transmissão do HIV, e combinada com o preservativo, é extremamente eficaz da prevenção de infecções sexualmente transmissíveis. 

Neste artigo estão as principais perguntas em relação a PrEP…

O que é a Profilaxia Pré-Exposição (PrEP)?

A Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) consiste no uso contínuo de medicamentos contra o HIV por uma pessoa que não tem a infecção pelo vírus. 

Mas o que é profilaxia? A palavra “profilaxia” significa prevenir uma infecção. Por exemplo, as vacinas. Elas te protegem contra uma determinada infecção. Quando você toma a vacina para gripe, reduz seu risco de ficar doente pelo vírus da gripe. A mesma lógica vale para a PrEP. Sua eficácia, segurança e efetividade foram demonstradas em diversos estudos.

O medicamento atualmente usado é um comprimido composto por dois medicamentos contra o HIV: tenofovir disoproxil fumarato e emtricitabina (Truvada®). 

Funciona se tomado de forma consistente todos os dias. Tomar de forma irregular ou errada não previne a transmissão. 

Adicionar outras formas de prevenção, como o uso de preservativos, juntamente com a PrEP, pode reduzir ainda mais o risco contrair o vírus, além de te proteger contra outras infecções sexualmente transmissíveis.

Por que realizar a PrEP?

Estudos mostram que ao usar a PrEP todos os dias, você pode diminuir seu risco de contrair o HIV através do sexo em mais de 90% e em 70% ao usar drogas injetáveis. Porém, se você não tomar a medicação todos os dias, a PrEP não é eficaz.

A PrEP é uma vacina?

Não, ela não funciona como uma vacina. Se você deixar de tomar a medicação ela para de funcionar.

Devo iniciar a PrEP?

Considere as seguintes situações para utilizar a PrEP.

  1. Repetição de práticas sexuais anais e/ou vaginais sem o uso de preservativo.
  2. Frequência das relações sexuais com parceiros (as) casuais.
  3. Quantidade e diversidade de parceiros (as) sexuais.
  4. Histórico de infecções sexualmente transmissíveis (IST), como a sífilis e a gonorreia.
  5. Busca repetida pela Profilaxia Pós-Exposição (PEP).
  6. Contextos de troca de sexo por dinheiro, objetos de valor, drogas, moradia, etc. 

Se você acha que a PrEP pode ser adequada para você, procure assistência médica. Clique aqui e encontre o serviço de saúde do SUS que oferece a profilaxia na sua cidade.

Você também comprar a medicação. Porém é necessário acompanhamento médico e prescrição médica. Para isso, a melhor opção é agendar uma consulta com um médico infectologista.

A PrEP funciona?

Sim, estudos mostram que ao usar a PrEP todos os dias, você pode diminuir seu risco de contrair o HIV através do sexo em mais de 90% e em 70% no uso de drogas injetáveis. Porém, se você não tomar a medicação todos os dias, a profilaxia não é eficaz.

É seguro usar a PrEP?

O principal efeito colateral é a náusea, porém ela diminui com o tempo. Nenhum efeito colateral grave foi relatado. Caso você tenha algum sintoma após o início da medicação, procure assistência médica.

Como posso iniciar a PrEP?

Se você acha que a PrEP pode ser adequada para você, procure assistência médica. Clique aqui e encontre o serviço de saúde do SUS que oferece a profilaxia na sua cidade.

Você também comprar a medicação. Porém é necessário acompanhamento médico e prescrição médica. Para isso a melhor opção é agendar uma consulta com um médico infectologista.

Preciso pagar a PrEP?

Depende. 

Ela é oferecida gratuitamente pelo SUS para às populações chaves.

Ou você também comprar a medicação. Porém é necessário acompanhamento médico e prescrição médica. Para isso a melhor opção é agendar uma consulta com um médico infectologista.

Estou tomando a PrEP, posso ter relações sexuais sem preservativo?

Não deve. Mas por que? A PrEP te protege contra o HIV porém não protege contra outras infecções sexualmente transmissíveis, como a sífilis, gonorreia, clamídia, hepatite B e hepatite C.

Usar preservativo torna a PrEP mais eficaz e te protege contra outras infecções. 

Por quanto tempo preciso usar a PrEP?

Você precisa tomar a PrEP todos os dias para diminuir seu risco de contrair o HIV. Porém pode parar o uso se:

  1. Mudanças no seu estilo de vida diminuir sua chance de contrair o vírus.
  2. Achar que outras formas de prevenção são melhores para você.
  3. Apresentar efeitos colaterais que estão atrapalhando seu dia a dia.

Não suspenda a medicação sem a orientação do seu médico antes. 

Por quanto tempo preciso tomar a PrEP para ela começar a me proteger?

Ela começa a fazer efeito após 7 dias de uso diário.

A PrEP causa prejuízos a longo prazo?

Não foram evidenciados malefícios em 5 anos de uso contínuo da medicação nos estudos realizados.

Onde posso iniciar a PrEP?

Clique aqui e encontre o serviço de saúde do SUS que oferece a PrEP na sua cidade.

Você também comprar a medicação. Porém é necessário acompanhamento médico e prescrição médica. Para isso a melhor opção é agendar uma consulta com um médico infectologista.

Junte-se a mais de 10.000 pessoas

Entre para o nossa lista e receba dicas e conteúdos com exclusividade

Médico Infectologista

CRMPR 32.357

RQE 23.586

Nenhuma informação desta página e dos nossos produtos substitui uma consulta presencial com seu médico. Jamais faça nenhuma mudança no seu tratamento sem antes consultar seu médico ou profissional de saúde. É só ele quem poderá avaliar de perto a sua situação atual e decidir se você está apto ou não à essas alterações. Portanto, é imprescindível que você tenha acompanhamento médico para sua segurança. Se tiver qualquer dúvida, envie um email para richard@richardportier.com que responderemos o mais breve possível. Obrigado!

© 2020 Richard Portier. Todos os direitos reservados. Termos de uso.