ARTIGOS

8 dúvidas sobre a PEP

Por Dr. Richard Portier

em 8 de agosto de 2020.

JUNTA-SE A MAIS DE 10.000 PESSOAS

Entre para o nossa lista e receba dicas e conteúdos com exclusividade

“Richard, tive uma relação sexual, e acredito que contrai o HIV, o que eu faço?”

Use a PEP até 72 horas após essa relação.

Uma das emergências da Infectologia, após esse período seu efeito é incerto. Por isso você deve ser ágil. 

Neste artigo iremos abordar as principais dúvidas em relação a PEP….

O que é a Profilaxia Pós-Exposição (PEP)?

A PEP significa Profilaxia Pós-Exposição. Ela envolve tomar medicamentos contra o HIV em até 72 horas após o contato com o vírus. 

Ela pode ser indicada de duas formas:

  1. Após exposição ocupacional, como por exemplo, quando um profissional de saúde sofre uma perfuração por agulha ou entra em contato com um material biológico. 
  2. Após exposição não ocupacional, como por exemplo, após o uso de drogas injetáveis, agressão sexual ou relação sexual de alto risco.

Se você acredita que contraiu o HIV, procure assistência médica imediata. A PEP é uma emergência, lembre-se disso. Após 72 horas, provavelmente não funcionará. 

Se houver indicação, você tomará, todos os dias, três medicações, que juntos, são dois comprimidos: tenofovir disoproxil, lamivudina e dolutegravir. O tratamento tem duração de 28 dias. 

Durante o tratamento você deve praticar abstinência sexual. Porém, em caso de relação sexual, use preservativos com os parceiros (as) sexuais.

A PEP serve para mim?

Se você é HIV-negativo e nas últimas 72 horas: 

  1. Acha que pode ter contraído o HIV durante uma relação sexual (por exemplo, sexo sem preservativo ou se rompeu).
  2. Compartilhou agulhas e outros materiais ao injetar drogas.
  3. Foi agredido sexualmente.

Procure assistência médica urgente. A PEP é uma emergência, lembre-se disso. Após 72 horas, provavelmente não funcionará. 

Durante o tratamento você deve praticar abstinência sexual. Porém, em caso de relação sexual, use preservativos com os parceiros (as) sexuais. 

Posso usar a PEP sempre que tiver relação sexual sem preservativo?

A PEP deve ser usado em caso de emergência. Ela não é a melhor forma de prevenção. A PrEP é a melhor opção para você. 

Sou profissional de saúde e acho que fui exposto ao HIV no trabalho. Preciso usar a PEP?

Se você teve um acidente de trabalho com um perfurocortante ou entrou em contato com material biológico, reporte ao serviço responsável no seu hospital. 

Apesar da transmissão ser extremamente rara, algumas medidas são necessárias, como a solicitação dos exames para o paciente e para você, a notificação do acidente e, se necessário, o início da PEP em até 72 horas do acidente. 

Preciso iniciar a PEP até quantas horas após a exposição?

A PEP deve ser iniciada em até 72 horas após uma após uma relação sexual na qual você acredita que contraiu o vírus. 

Se houver indicação, você tomará, todos os dias, três medicações, que juntos, são dois comprimidos: tenofovir disoproxil, lamivudina e dolutegravir. O tratamento tem duração de 28 dias. 

Ela é eficaz na prevenção da infecção pelo HIV quando tomada corretamente, mas não é 100% efetiva. Quanto mais cedo você começar a medicação, melhor. 

Posso apresentar efeitos colaterais ao usar a PEP?

As medicações podem causar efeitos colaterais, e se você apresentar algum sintoma, fale com seu médico. Sempre informe as medicações que você já para evitar interações medicamentosas.

Onde posso iniciar a PEP?

Clique aqui e encontre o serviço de saúde do SUS que oferece a PEP na sua cidade.

Preciso pagar a PEP?

Não, ela é oferecida gratuitamente pelo SUS.

Junte-se a mais de 10.000 pessoas

Entre para o nossa lista e receba dicas e conteúdos com exclusividade

Médico Infectologista

CRMPR 32.357

RQE 23.586

Nenhuma informação desta página e dos nossos produtos substitui uma consulta presencial com seu médico. Jamais faça nenhuma mudança no seu tratamento sem antes consultar seu médico ou profissional de saúde. É só ele quem poderá avaliar de perto a sua situação atual e decidir se você está apto ou não à essas alterações. Portanto, é imprescindível que você tenha acompanhamento médico para sua segurança. Se tiver qualquer dúvida, envie um email para richard@richardportier.com que responderemos o mais breve possível. Obrigado!

© 2020 Richard Portier. Todos os direitos reservados. Termos de uso.